HOMENAGEM


Homenagem



Aos quatro ou
cinco anos, eu era uma garotinha que já gostava de fazer versos. Parece que eu
encerrava as minhas “apresentações” sempre com a mesma frase: bonecas no meu
coração. Tudo a ver com a minha paixão do momento...
Ao longo de
minha vida ouvi meu pai repetir esta estória. Aliás, sempre com muita alegria e
orgulho da “precocidade” da primogênita.
Por isso, o
título do blog é uma homenagem a meu pai, Humberto Narbot.

segunda-feira, 18 de março de 2013

AUTOCRÍTICA


Sou pontual.

Será virtude

ou mania?

(Os ponteiros do relógio

não permitem fantasia).

 

Improviso nem pensar.

Tudo muito planejado

Pra coisa não desandar.

 

Quando escapo da rotina

pareço barata tonta

ou canção que desafina.

 

Não ando na contra-mão

Não furo fila em cinema

Não gosto de confusão.

 

Quero tudo a tempo e hora.

Não gosto de me atrasar

nem de esperar quem demora.

 

Sou pontual.

Sou certinha.

Sou chatinha!!!

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Mas bonitinha e amiguinha... risos

      Excluir
    2. Mário, fico feliz de ver você em meu blog.

      Excluir
  2. Oi prima. Você sempre foi uma referência de bom exemplo para toda a família.
    Eu, particularmente, sempre achei ser impossível chegar perto do que você foi. Sempre fui terrível e um exemplo a NÃO SEGUIR. Mas,a vida da voltas e um belo dia achei uma boa moça com quem me casei e me ENDIRETEI. " PURO MILAGRE". Tudo isso só para dizer que voce, embora com nosso pouco relacionamento, sempre foi o meu exemplo. Te admiro muito. (Nunca é tarde para falar, não é? rssss) BEIJOS.
    Afonso Jean Narbot

    ResponderExcluir

Seu comentário é um importante incentivo e será bem-vindo. Obrigada.